Plataforma online da AXA ajuda PME a detetarem e prevenirem riscos

Fevereiro 27, 2014
Em AXA

Plataforma online da AXA ajuda PME a detetar e prevenir riscosA AXA refere dar grande valor à proteção das pequenas e médias empresas PME.

Tendo isso em mente, a seguradora construiu um espaço no seu site institucional dedicado precisamente à proteção das pequenas e médias empresas – protecao-pme.axa.pt.

Através de um diagnóstico à proteção da sua empresa, a melhor marca mundial de seguros propõe-se sensibilizar os empresários para a exposição a determinados riscos, sugerindo algumas medidas de melhoria e de prevenção.

Tudo para ajudar a um negócio eficaz e mais sustentável.

A aplicação Proteção PME da AXA consiste no preenchimento de um questionário, que poderá ser mais breve ou mais longo, em função daquilo que o empresário deseja avaliar.

Depois de selecionar a área de atividade da empresa e ser convidado a especificar o número de colaboradores da mesma (até 50 ou mais de 50 até 250), o respondente que deseja avaliar que diagnóstico a seguradora faz dos comportamentos atuais da PME quanto a um conjunto de riscos que a mesma enfrenta diariamente, terá que escolher a natureza desses riscos, que pode ser o mais alagada possível, respondendo a um teste completo de 57 perguntas, ou pode concentrar-se numa das seguintes áreas:

  • Saúde e Segurança (9 perguntas)
  • Incêndio e Emergência (11 perguntas)
  • Continuidade do Negócio (10 perguntas)
  • Condições de Trabalho e Formação (10 perguntas)
  • Prevenção Rodoviária (10 perguntas)
  • Roubo (7 perguntas)

As perguntas são muito taxativas. As respostas são fáceis de dar, envolvendo apenas sim ou não.

Após completar o questionário, o respondente poderá receber o diagnóstico por email e perceber que medidas a AXA sugere para melhor endereçar a segurança e proteção nos pontos avaliados.

A AXA Seguros alerta para a importância de uma proteção mais alargada porque os riscos estão sempre presentes e não estão completamente controlados. Sevem assim as empresas, no quotidiano, anteciparem-se a eventuais mudanças que possam originar novos riscos ou alterar os já existentes.

A seguradora sugere que os empresários foquem a atenção nas razões pelas quais os acidentes acontecem, na identificação das áreas críticas e nas diferentes necessidades dos postos de trabalho, traduzindo-se numa maior proteção dos bens, do património e dos colaboradores, assegurando desta forma o desenvolvimento do negócio.

 

TOC e formadora em Contabilidade Financeira, Analitica e Fiscalidade. Colaboradora da Seguros Mais

Deixe um comentário