Groupama 4 venceu a Volvo Ocean Race

Agosto 16, 2012

Depois de lhe termos dado conta de como correu, a regata costeira portuguesa da Volvo Ocean Race, não lhe referimos o desfecho final dessa grande regata, que sucedeu não muitos dias depois.

Com certeza estará a par do desfecho deste evento que a nós nos interessa ainda mais na medida em que uma das embarcações detém o alto patrocínio da seguradora Groupama.

Ora foi precisamente o veleiro com as cores e marca da Groupama o grande vencedor desta fantástica e exigente competição.

A tripulação do Groupama 4 foi a primeira a erguer o novo troféu da Volvo Ocean Race.

Franck Cammas, o skipper do Groupama 4 levantou o troféu ovacionado por milhares de fãs desta competição de circum-navegação, e ao som da música dos AC/DC, Highway to Hell.

Franck Cammas junta desta feita o seu nome a outras lendas da vela, como Peter Blake, Mike Sanderson, Paul Cayard e Torben Grael.

O skipper do Groupama 4 recebeu até uma carta aberta de Lionel Péan, que até agora tinha sido o único skipper francês a vencer a Volvo Ocean Race, onde elogiou o compatriota pela grande vitória, construída com disciplina, humildade e força.

Da carta aberta pode ler-se: Estou muito feliz com a vitória, mas por outro lado estou triste por este momento ter demorado 28 anos a chegar. Obrigado por ter mostrado ao mundo a arte de navegar do nosso belo país e demonstrar que França ainda está ao mais alto nível. Tiro-lhe o chapéu a si e a toda a equipa.

Franck Cammas foi entretanto entrevistado no Le Grand Journal do Canal Plus, um canal de televisão francês, onde falou abertamente sobre os oito meses desta experiência de toda a tripulação o Groupama 4 na Volvo Ocean Race.

Aprendi a ter confiança e a lidar com o barco, ao fim ao cabo foi uma grande surpresa porque até há um ano e meio, quando decidimos participar na Volvo Ocean Race, nunca teria imaginado vencer esta competição.

A viagem é muito longa e foi interessante na primeira noite, após termos dormido num hotel, foi complicado começarmo-nos a habituar a dormir no barco, mas vamo-nos acostumando e é bom sentir a brisa fresca do mar… Passei a primeira noite a pé a ler as cartas marítimas e a partir daí gerou-se uma espécie de rotina: comunicava à equipa a estratégia a seguir e pelo meio havia discussões animadas. Trabalhámos 24h sobre 24h.

Franck Cammas, skipper do veleiro da Groupama.

 

Somos um portal/blog de notícias sobre seguros e produtos financeiros em geral, que conta com a colaboração de um pequeno grupo de mediadores de seguros, que por força de se manterem constantemente bem informados sobre a actividade seguradora, partilham essa informação com clientes e leitores.

Deixe um comentário