MAPFRE doa 200 mil euros para combate à Covid-19 e arranca em Lisboa

Abril 28, 2020

A MAPFRE, através da Fundação que tem o seu nome – Fundação MAPFRE, vai doar cerca de 200 mil euros para ajudar no combate à COVID-19, pondo em marcha várias acções a nível nacional que arrancaram com a entrega de quase duas toneladas de material de protecção individual para o Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central, entre máscaras, luvas, viseiras e fatos de protecção.

Segundo o CEO da MAPFRE em Portugal, Luís Anula, “vivemos um momento em que todos devemos contribuir de forma clara e transparente, num apoio relevante para a sociedade, por isso, é fundamental participar activamente no combate a esta pandemia. Estamos muito orgulhosos de poder participar e ajudar nesta luta que o mundo está a travar”.

Anabela Ferreira da Costa, administradora adjunta ao Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, acrescenta “o Hospital de Santa Marta (um dos seis hospitais do CHULC), organizou-se para dar resposta no combate aos efeitos das medidas de contenção, que se reflectem no facto dos doentes com necessidades reais de assistência não estarem a vir ao hospital, por isso foi criada uma task force para reforçar a oferta de cuidados e impulsionar o regresso dos nossos doentes. Fazemos um agradecimento sincero a todos os que nos têm ajudado a cumprir este objectivo”.

Em Portugal, a seguradora continua a seguir a estratégia internacional do Grupo MAPFRE e a sua actuação perante a COVID-19, que se baseia em três linhas de acção: proteger as pessoas, salvaguardar a actividade económica, especialmente o emprego, e ajudar a sociedade a superar o impacto que esta crise mundial irá provocar a curto e médio prazo.

Simultaneamente, a seguradora tomou medidas para apoiar as Pequenas e Médias Empresas e empresários, alargando os prazos de pagamentos, permitindo fraccionamentos sem encargos, e flexibilizou os procedimentos de subscrição à distância para particulares e empresas.

A nível mundial, o grupo MAPFRE, através da Fundação MAPFRE, destinou 35 milhões de euros para apoiar vários projectos de combate à pandemia como, por exemplo, a doação de 20 milhões para compra de ventiladores, material médico e de protecção em 27 países; 5 milhões de euros doados ao Conselho Superior de Investigações Cientificas para acelerar a investigação de uma vacina para a COVID-19 e 10 milhões de euros para assistência psicológica, suprir bens de primeira necessidade, ajudar a recuperar o emprego em Espanha, um dos países mais afectados por esta pandemia.

Participou ainda no financiamento do fabrico de um protótipo de ventilador, projectado pela The Open Ventilator, uma equipa de investigadores espanhóis, que graças ao apoio da Universidade Rey Juan Carlos, está prestes a obter autorização da Agência Espanhola de Medicamentos, que permitirá a produção em massa de ventiladores funcionais, a baixo custo e sem fins lucrativos.

MAPFRE doa 200 mil euros para combate à Covid-19 e arranca em Lisboa, 5.0 out of 5 based on 1 rating

 

VN:F [1.9.22_1171]
Avaliação: 5.0/5 (1 voto)

Com formação em Marketing e em Pubicidade, faz parte do núcleo de fundadores do portal Seguros Mais.

Deixe um comentário