MAPFRE lucrou mais 18.7% e obteve receita de 25 mil milhões

Fevereiro 12, 2014

O Presidente da MAPFRE, Antonio Huertas, apresentou no passado dia 11 de fevereiro, os resultados do Grupo MAPFRE, que aumentou o seu lucro liquido em 18.7%, até aos 790.5 mil milhões de euros, graças à diversificação geográfica do negócio, o que contribui para reforçar a solidez da companhia.

MAPFRE lucrou mais 18.7% e obteve receita de 25 mil milhões

As receitas superaram os 25 889 mil milhões, mais 2.3% que em 2012, e os prémios cresceram 1.2%, alcançando os 21 835.5 mil milhões de euros.

O ano foi marcado pela valorização do euro face a outras moedas. Sem tal, os prémios teriam aumentado 8.1% e os resultados 26.3%. O capital próprio, por seu lado, chegou aos 7 833.5 mil milhões, com um aumento de três décimas de ponto percentual, e os ativos totais geridos ascenderam aos 66 048 mil milhões de euros, o que supõe um aumento de 2.2% nos últimos doze meses.

“São resultados muito positivos, tendo em conta o contexto nacional internacional nos quais se registaram, o que demonstra não só a solidez da MAPFRE, mas sobretudo a capacidade de adaptação que o Grupo teve nos mercados nos quais está presente”, sublinhou Antonio Huertas, que manifestou ainda que a “MAPFRE está hoje em melhor posição para liderar também a recuperação económica”.

O negócio da Divisão de Seguros Espanha e Portugal, que representa 29.1% dos prémios totais, alcançou os 6 844.4 mil milhões de euros.

Os prémios do Ramo Não Vida em Espanha superaram os 4 199.5 mil milhões de euros, num contexto marcado por uma forte contração económica do mercado de seguros e por uma grande pressão competitiva, sobretudo no ramo Automóvel, no qual os prémios da MAPFRE alcançaram 2 056.4 mil milhões de euros e a quota de mercado situou-se nos 20.5%.

Os prémios do Ramo Vida alcançaram em Espanha, por seu turno, 2 508.4 mil milhões de euros. De destacar o incremento dos fundos e carteiras de investimentos, que cresceram 19%, até aos 3 027.2 mil milhões de euros, e dos fundos de pensões, que ascenderam aos 5 372.3 mil milhões (5.2% mais que no ano de 2012). A poupança total gerida aumentou 6.2%, até aos 27 903 mil milhões de euros, o dobro do registado no setor.

A performance do Grupo MAPFRE em 2013 em números

  • Os prémios cresceram 1.2% até aos 21 835.5 mil milhões de euros;
  • O negócio internacional da seguradora contribui para mais de 72% dos prémios e para 64% dos lucros;
  • Em Espanha, a poupança total gerida situa-se nos 27 903 mil milhões de euros, com um crescimento de 6.2%, o dobro do registado no setor segurador;
  • Os investimentos em Espanha sofreram uma revalorização de cerca de 1 400 mil milhões de euros, devido sobretudo ao aumento do valor da dívida pública, que gerou, por sua vez, o crescimento do património líquido em 285 mil milhões de euros;
  • O rácio de despesa diminuiu em Espanha, apesar da queda dos prémios, graças ao grande esforço de redução de gastos internos, o que resultou numa poupança de 48 mil milhões de euros;
  • O Grupo MAPFRE aumentou os dividendos em 18% quando comparado com os resultados de 2013 e pagará 13 cêntimos de euro por cada ação;

 

TOC e formadora em Contabilidade Financeira, Analitica e Fiscalidade. Colaboradora da Seguros Mais

Deixe um comentário