Sites dos cartões de crédito Visa e Mastercard atacados

Dezembro 13, 2010
Comentários desligados

O site de Internet do emissor norte-americano de cartões de crédito Visa chegou a ficar paralisado um dia depois de decidir bloquear qualquer pagamento à organização WikiLeaks, tal como aconteceu com o seu concorrente MasterCard. Enquanto a Visa não comentou esta situação, a MasterCard deu conta de progressos no restabelecimento do seu site. Se a Visa não comentou sequer a situação, já a MasterCard fez questão de dar conta do progresso no restabelecimento do funcionamento do seu site.

A MasterCard informou os media que restabeleceu todos os serviços do seu site de Internet e que nada tinha sido comprometido, sejam as capacidades de gestão de transacções que não foram constrangidas, sejam os dados dos clientes dos cartões de crédito que não foram colocados em risco. A MasterCard avançou que o corte nos serviços prestados aos clientes foi muito delimitado no tempo. Como já referimos, a Visa não se referiu ao ataque. Para colmatar o silêncio da empresa de cartões de crédito os ataques – denominados Anonymous – divulgaram no Twitter terem sido os autores do ataque e fazerem-no como forma de apoio ao o WikiLeaks e ao seu fundador, o australiano Julian Assange.

 

TOC e formadora em Contabilidade Financeira, Analitica e Fiscalidade. Colaboradora da Seguros Mais