Seguros de saúde privados aumentaram 2.8 por cento

Julho 31, 2009
Comentários desligados

saude-prime_125O segmento dos seguros de saúde cresceu 2.8% no primeiro semestre de 2009, o equivalente a um volume de negócios de 284 milhões de euros, abrangendo mais de dois milhões de pessoas. O volume de prémios, angariado pela totalidade do sector segurador em Portugal, caiu 5.8% nos primeiro trimestre deste ano, mas segundo os dados da Associação Portuguesa de Seguradoras (APS), os seguros de saúde contrariaram esta tendência.

A maior quebra foi registada pelo ramo Vida, que caiu 6.2% para 4.6 mil milhões de euros, e o ramo Não Vida que registou uma quebra de 5.1% para 2 mil milhões de euros.

No ramo Não Vida apenas se registaram as subidas de 3.7% dos seguros de responsabilidade civil geral, para 61 milhões de euros, e dos seguros de incêndios e outros danos, que aumentaram 2.3% para 378 milhões de euros.

Dentro do ramo Vida registou-se uma quebra de 6.2% devido, sobretudo, à descida em 19.8% dos contratos de investimento para 2.5 mil milhões de euros. Neste ramo, os contratos de seguros cresceram 19.2% para 2 mil milhões de euros.

Assistiu-se assim a uma quebra de 4.5% para 715 milhões de euros, penalizado pela cobertura relativa aos seguros de acidentes de trabalho, que baixaram 9.4%, tendo os seguros de saúde crescido 2.8% para 284 milhões de euros no primeiro semestre.

fonte: Jornal de Negócios

 

Somos um portal/blog de notícias sobre seguros e produtos financeiros em geral, que conta com a colaboração de um pequeno grupo de mediadores de seguros, que por força de se manterem constantemente bem informados sobre a actividade seguradora, partilham essa informação com clientes e leitores.