Preço do seguro automóvel pode subir

Setembro 28, 2010
Comentários desligados

As companhias de seguros portuguesas querem aumentar o preço do seguro automóvel. O presidente da associação portuguesa de seguradores é peremptório quando diz que as seguradoras estão a sentir há muito um estrangulamento nos preços do seguro automóvel. Face aos resultados negativos de quase um terço das empresas no primeiro semestre de 2010, é de esperar um aumento nas tarifas do seguro automóvel.

Os ramos automóvel e de acidentes de trabalho, têm funcionado nos últimos anos como objecto de concorrência entre as seguradoras, funcionando para cativar novos segurados, particulares ou empresas.

Também por força dessa bandeira, ao longo dos anos, tem-se assistido a uma diminuição dos preços desses seguros e a um aumento da sinistralidade. Automóvel e acidentes de trabalho são a espinha dorsal da área Não-Vida que, por sua vez, sempre foi fundamental para as seguradoras.

O facto de os lucros da área Vida – seguros de vida, de capitalização, fundos de investimento e fundos de pensões – terem valido no primeiro semestre de 2010 mais de dez vezes os lucros da área Não-Vida – composta pelo seguro automóvel, seguro multiriscos habitação, acidentes de trabalho,  e responsabilidade civil – faz com que as companhias de seguros sintam necessidade premente de aumentarem os preços do seguro automóvel.

E se isso acontecer, é bem capaz dos restantes produtos do ramo não-vida acompanharem os aumentos.

Os seguros auto têm vindo a ficar cada vez mais baratos. Nos últimos anos, graças à elevada concorrência no sector, a tendência de descida do valor dos prémios tem sido generalizada, mas mais visível no seguro automóvel, segundo os dados da própria Associação Portuguesa de Seguradores (APS), que calcula em cerca de 30% a quebra média de preços nos últimos seis ou sete anos.

Quando se fala de seguro autos não esqueça que o seguro auto mais barato exige que esteja atento e teste a concorrência. Clique para aqui para simular.

Os resultados do European Consumer Satisfaction Índex (ECSI) para Portugal relativo ao sector segurador mostravam um público cada vez mais satisfeito com o serviço prestado: a avaliação melhorou em todos os critérios analisados, com especial destaque para o tratamento de reclamações, e os aspectos mais valorizados são a imagem e a qualidade.

Os consumidores de seguros são pouco leais a uma marca, e muito sensíveis ao preço, embora a generalidade dos clientes de seguros entenda que o preço só os fariam mudar de companhia se a diferença face ao prémio actual fosse de pelo menos 20 por cento.

Uma coisa é certa, se os preços aumentarem, ainda mais necessitará de manter debaixo de olho aqui o site da Seguros-Mais e ficar a par da nossa Escolha Acertada em Seguro Automóvel, que lhe damos a conhecer em cada momento.

 

Somos um portal/blog de notícias sobre seguros e produtos financeiros em geral, que conta com a colaboração de um pequeno grupo de mediadores de seguros, que por força de se manterem constantemente bem informados sobre a actividade seguradora, partilham essa informação com clientes e leitores.