CA Mulher produtos financeiros para mulheres

Junho 21, 2012
Comentários desligados

CA MulherO Crédito Agrícola despertou para o facto do universo feminino ser um segmento muito proveitoso no que respeita à promoção de produtos. Efetivamente, recentes estudos dão conta que 4 em cada 5 decisões de consumo são tomadas por mulheres.

Conhecedores destes estudos, não admira que ultimamente os bancos estejam a apostar cada vez mais em produtos financeiros direcionados especificamente para o universo das mulheres.

Chegou então a hora de ser o Crédito Agrícola a explorar este filão.

O CA lançou recentemente o CA Mulher, contratável até 29 de Junho, um pacote constituído por um conjunto de produtos financeiros exclusivos para mulheres.

Este pack agrega um seguro, um produto de aforro, um depósito a prazo, um crédito para questões de saúde e finalmente um cartão de crédito.

Nem tudo são rosas neste pacote de produtos e em jeito de conclusão poderemos dizer que as vantagens de alguns produtos anulam as desvantagens de outros.

Entre as vantagens, registe-se que a primeira anuidade do cartão de crédito CA Mulher é gratuita.

Para além disso, são oferecidos vales de descontos de 50% em viagens a partir de quinhentos euros adquiridas através de um operador parceiro do CA.

E ainda descontos até 70% num conjunto de ainda outros parceiros.

Em relação às desvantagens, infelizmente são em maior número que as mais-valias. Analisemos um pouco cada produto.

Cartão de crédito

No caso do cartão de crédito CA Mulher, a taxa de juro anual de encargos globais (TAEG) é de 25.53%, para uma utilização de crédito com um plafond de 1500 euros.

Se é verdade que entre os cartões de crédito do Crédito Agrícola, este é o que conta com uma taxa de juros mais baixa, também é verdade que comparativamente com alguns cartões de crédito clássicos de diversas outras instituições, o cartão do Crédito Agrícola sai a perder.

Produtos de poupança CA Mulher

Analisando agora os produtos de poupança disponíveis no pack, constatamos que a taxa de juro oferecida no depósito a prazo CA Mulher, é muito baixa.

Disponível para prazos de 3, 6, 12 e 24 meses, e montantes a partir de 250 euros, a taxa mais elevada é apenas 0.919% (TANL – taxa de juro anual nominal líquida) e oferecida apenas nas aplicações a 24 meses.

Atualmente é possível encontrar no mercado aplicações com semelhantes características que oferecem juros bem mais atrativos.

Além de tudo, ao investir neste produto acaba perdendo dinheiro. A taxa de juro é bastante inferior à inflação prevista pelo Governo para este ano de 2012 que é de 3.3%.

No outro produto de poupança que faz parte da campanha CA Mulher, o denominado CA Aforro também peca pelo mesmo mal – a remuneração é muito baixa.

A taxa de juro está indexada à evolução da Euribor a seis meses, a que são descontados 0.25 pontos percentuais. Tendo em conta que a Euribor a seis meses está nos 0.975%, descontando esse valor, a remuneração não passa de uns irrisórios 0.725%.

Para além de uma taxa baixa, o produto ainda exige reforços mínimos de 25 euros todos os meses.

Seguro de saúde e crédito saúde

Falta falar daquilo que nos é mais querido – os produtos ligados a seguros.

O Crédito Saúde incorporado permite um financiamento entre dez mil e trinta mil euros, podendo a cliente escolher entre uma taxa fixa ou uma taxa variável, com TAEG de 6% e 4.9% respetivamente.

O crédito para fazer face à eventuais e nunca desejadas despesas de saúde com que a cliente feminina do CA poderá ter que lidar, pode estender-se por prazos de amortização de 36 a 60 meses.

Durante a campanha promovida pelo Crédito Agrícola, a subscritora deste produto terá como benefício um desconto de até metade das comissões de abertura do crédito.

Para terminar chegou a vez do seguro de saúde. O pacote CA Mulher engloba um seguro específico para minimizar as repercussões de doenças do foro feminino, como cancro da mama ou cancro ginecológico.

O seguro CA Mulher assegura desde logo o pagamento do capital seguro caso exista um diagnóstico de doença grave e inclui a cobertura de segunda opinião médica, sendo possível subscrever o seguro com capitais múltiplos de de 25 mil euros até a máximo de 100 mil euros.

As clientes que contratarem este seguro, a par de conseguirem para si mesmas a proteção pretendida, estão a contribuir para uma associação de luta contra o cancro da mama, na medida exata de um ponto percentual dos prémios pagos até ao final do mês de Outubro.

 

TOC e formadora em Contabilidade Financeira, Analitica e Fiscalidade. Colaboradora da Seguros Mais